segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Ciências Políticas: guia completo da carreira e do curso

O profissional da área de Ciências Políticas, estuda os diversos aspectos das organizações, sistemas e dos processos políticos, tendo como objetivo principal a análise do Estado e do Poder, em todas as esferas. Utiliza, como parâmetros o comportamento humano, os partidos políticos e também as políticas públicas.

Olá, leitor!
O curso de Ciências Políticas possibilita ao estudante, atuar em diversas áreas relacionadas ao exercício do poder desempenhando funções em prefeituras, partidos políticos, órgãos públicos governamentais ou mesmo sindicatos. Pode também, atuar no planejamento e marketing em todos os níveis de uma campanha eleitoral. Ainda, pode atuar como assessor parlamentar ou analista político.

O profissional desse ramo está em constante contato com o cenário político de seu país e, em menor escala, com o cenário político mundial. Por isso, é preciso que se tenha gosto e interesse pelo estudo da troca de poder e seu significado, sobre o funcionamento do congresso e do senado e, também, sobre a organização política de diversos países, independente da área ou atividade escolhida.

Além disso, é preciso gostar de atividades que envolvam o fator humano, como o comportamento e a organização desses, isso porque o objeto de estudo do profissional de Ciências Políticas é, em última estância, as relações entre as pessoas. Portanto, também é preciso ter interesse pelo estudo de sociologia e antropologia.

Possuir interesse pelo estudo de história é fundamental, pois diversas atividades dessa área lidarão com a formação de cenários políticos atuais, bem como concentração, organização e disciplina.

É de suma importância que o profissional de Ciências Políticas busque sempre se atualizar. Cenários políticos são altamente voláteis e mutantes, em virtude de estarem quase que totalmente apoiados no fator humano, este também sujeito a diversas mudanças. Por isso, é mais que necessário sempre estar a par dessas possíveis alterações, então, manter-se nos estudos é fundamental!
Sobre o curso de Ciências Políticas


A graduação em Ciências políticas é oferecida unicamente na habilitação de bacharelado, sendo que geralmente dura quatro anos. Durante a faculdade o aluno aprende sobre diversos aspectos do funcionamento de um sistema político, nas esferas municipal, estadual e federal. Sendo assim, sociologia, antropologia, políticas públicas, relações públicas, política externa, ciência política e ciências sociais ocupam boa parte da carga horária. Entre as matérias teóricas estão direito, língua portuguesa, filosofia e história. Boa parte dos cursos inclui noções de estatística e economia em suas grades.


Ao final da graduação o aluno terá a possibilidade de realizar um estágio obrigatório, geralmente em órgãos públicos ou em instituições de ensino públicas ou privadas, trabalhos extracurriculares, voltados ao curso e um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).


Mercado de Trabalho
Essa área, diferente do que muitos acreditam, não se limita apenas a trabalhar no setor público, ou seja ser um assessor parlamentar ou analista político. O profissional desse ramo pode exercer diversas atividades que necessitam, do conhecimento sobre as relações de poder, dentre as seguintes opções: 

Assessoria – Atuando junto a órgãos públicos ou gabinetes de políticos, fornecendo informações e análises aos mesmos acerca de assuntos referentes às políticas públicas (educação, transporte público, habitação, assistência social, entre outros), organizações políticas e políticas sociais. 

Consultoria – Trabalhando em empresas privadas ou de forma independente que prestam consultoria a órgãos públicos ou gabinetes de políticos, fornecendo informações e análises aos mesmos acerca de assuntos referentes às políticas públicas, organizações políticas e políticas sociais. 

Elaboração de Planos de Governo – Trabalhando em escritórios de campanha ou gabinetes de políticos, traçando políticas públicas na esfera competente ao político. Pode atuar junto a uma equipe com diversos profissionais, como profissionais de Direito ou Economia. 

Marketing de Campanha – Trabalhando em escritórios de campanha de políticos em campanha, na criação da marca do mesmo junto ao eleitorado que se pretende atingir. Pode atuar junto a uma equipe com diversos profissionais, como profissionais de Propaganda, Marketing ou Comunicação. 

Ensino – Trabalhando como professor em instituições de ensino públicas ou privadas, de nível superior ou médio, tendo em vista que, desde 2009, sociologia é matéria obrigatória em toda a rede pública e privada. 

Pesquisa – Trabalhando em instituições públicas, privadas ou centros de pesquisa. Pode dirigir pesquisas de intenção de voto ou de avaliação de gestão, para poder, de acordo com os dados obtidos, direcionar os rumos de uma campanha ou das políticas do mandato vigente. 

Principais opções de trabalho 
As principais áreas de trabalho para o profissional de Ciências Políticas estão espalhadas nas atividades citadas acima, contudo, algumas profissões de destacam uma das outras devido as suas particularidades e benefícios. 

Três dos trabalhos mais procurados, são: 

Assessor de Políticas Públicas 
O profissional de Ciências Políticas, que opta pela carreira de Assessor de Políticas Públicas, tem a possibilidade de ter um alto índice de retorno financeiro, por se tratarem de cargos comissionados e de confiança. Mesmo sendo uma carreira extremamente concorrida, dadas as exigências da mesma, a carreira se torna muito atrativa, pelo alto índice de empregabilidade. 

Além disso, é possível também trabalhar em empresas privadas que prestam consultoria a órgãos públicos. As atribuições são as mesmas, porém o retorno financeiro costuma ser maior e o vínculo com o órgão ou o gabinete tende a ser menor, podendo prestar serviços a diversos administradores públicos. Existe, ainda a possibilidade de trabalhar como consultor independente, embora essa escolha seja rara, em razão da alta concorrência no setor. 

Assessor de Relações Internacionais
Optar pela carreira de assessor de relações internacionais, possibilita que o profissional de Ciências Políticas ganhe, relativamente, mais do que em outras áreas, entretanto, é preciso focar seus estudos, e atualização, tanto na graduação, quanto extensões e especializações em algum cenário geopolítico específico. Essa área oferece, no setor público, um índice de empregabilidade relativamente menor que as demais, por ser mais restrito a esferas mais elevadas do poder público, como por exemplo, a federal.

Também é possível exercer a profissão em empresas do setor privado, que mantenham negócios em outros países. Nesses casos, o profissional de Ciências Políticas atuará como um facilitador dessas relações internacionais.

Essa área possui, em geral, uma grande demanda de trabalho, portanto, é uma ótima opção também. 

Economista Político
Optar pelo ramo da economia política possibilita que o profissional de Ciências Políticas trabalhe, tanto no setor público quanto no privado. O economista político estuda como a economia, o direito e a sociologia afetam o funcionamento de uma sociedade e afetam os hábitos de consumo da mesma. Portanto, apesar de não ser obrigatória, é um diferencial possuir alguma especialização em uma dessas áreas citadas. 

A carreira de economista político apresenta um alto índice de empregabilidade e de retorno financeiro, em virtude do alto valor do mesmo para o órgão público ou para a empresa a qual está vinculado.

Muito embora exista a possibilidade de se trabalhar como um profissional autônomo, como consultor independente, muitas empresas privadas optam por um contrato duradouro com esses profissionais, dado o alto valor agregado desses para a companhia. 
Onde um profissional de Ciências Políticas pode atuar? 

O profissional de Ciências Políticas pode atuar nos seguintes lugares: 
Órgão de administração pública nas esferas municipal, estadual e federal 
Gabinetes de políticos, como assessor 
Gabinetes de campanhas políticas 
Empresas de marketing político 
Universidades públicas e privadas 
Instituições de ensino médio públicas e privadas 
Empresas multinacionais 
Empresas que tenham negócios no exterior 
Centros de pesquisa 
Analista político 

Estar sempre atento às publicações relacionadas ao poder. Bem como aos canais oficiais de comunicação nacionais e dos cenários geopolíticos com os quais se deseja ter contato. Isso se faz necessário para estar sempre a par de qualquer eventual mudança. 

Média Salarial
Hoje, apesar de não haver regulamentação específica para a área de Ciências Políticas, o piso nacional para docentes, nas redes pública ou privada, com jornada semanal de 40 horas, é de R$ 1917,00, mas isso pode variar de estado para estado, de acordo com os sindicatos locais, desde que respeitado o valor mínimo. A média salarial de um cientista político gira, em torno, de R$ 3,6 mil. 

Ganho escalão intermediário para diversas atividades dessa área (média mensal) é de R$ 4,6 mil. Ganho no auge (média mensal) é acima de R$ 9 mil. O auge da carreira da maioria dessas atividades é de oito anos, em média. 

Onde encontrar o curso de Ciências políticas? 
O curdo de Ciências políticas é facilmente encontrado em universidades públicas e particulares. Contudo, separamos uma lista com as principais faculdades do Brasil que disponibilizam esse tipo de curso. 

Confira: 
AL: 
– Maceió – Ufal 
AM:
– Manaus – UEA 
BA:
– Salvador – IMUCSAL 
CE:
– Fortaleza – Unifor 
DF:
– Brasília – IPOL; UnB 
MG: 
– Belo Horizonte – UFMG 
PA: 
– Belém – UFPA 
PB
– João Pessoa – UNEPi 
RJ:
– Rio de Janeiro – Unirio 
RS: 
– Canoas – Ulbra 
SP:
– São Paulo – USP 

Até logo! 
Fonte: https://canaldoensino.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário